2017 – Um ano de quem sonhou alto.

2017 – Um ano de quem sonhou alto.

Um ano marcado pelos recordes na construção de arranha-céus.

De acordo com o Relatório Anual de Construção em Altura da The Council on Tall Buildings and Urban Habitat (CTBUH), foi estabelecido um recorde de 144 edifícios com mais de 200 m de altura concluídos no ano 2017.

Este grupo de gigantes é liderado pelos:

Centro Financeiro Ping An em Shenzen na China, com 599 m de altura e

Lotte World Tower em Seul na Coreia do sul, com 555 m de altura.

2017 foi também o ano mais geograficamente diversificado da história quando se fala dos arranha-céus: 69 cidades e 23 países, contra 54 cidades e 18 países em 2016.

 

Localização Top 100. Imagem Cortesia de CTBUH

 

Diversidade geográfica. Imagem Cortesia de CTBUH

Os dados de 2017 mostram que se mantém a tendência de proliferação global de arranha-céus”, comentou o diretor executivo da CTBUH, Antony Wood. “A construção de arranha-céus não se limita a centros financeiros e de negócios e tem se tornado o modelo global aceito de densificação. Mais de um milhão de pessoas em nosso planeta se urbanizam a cada semana. Em 2017 treze cidades viram seu primeiro arranha-céu com mais de 200 m e 28 cidades e oito países viram seu prédio mais alto sendo concluído”.

A China manteve o seu reinado como líder mundial em construção de arranha-céus, completando 53% de todos os novos edifícios com mais de 200 m. Só na cidade de Shenzhen foram 12 edifícios. Nos EUA, em segundo lugar no ranking, foram 10 novos completados em 2017.

De acordo ainda com o relatório, 2018 deverá ser um novo ano de recorde. Ano da conclusão dos chineses Goldin Finance 117 de 597 m de altura em Tianjin e o China Zun Tower de 529 m em Pequim.

Encontre todo o relatório online aqui ou confira abaixo alguns dos mais importantes arranha-céus concluídos em 2017:

1 – Lotte World Tower; Seul, Coreia do Sul / KPF

Lotte World Tower; Seul, Coreia do Sul / KPF. Imagem Cortesia de CTBUH

A mais alta da Coreia do Sul e a 5ª torre mais alta do mundo apresenta uma série de recursos únicos, incluindo o deck de observação com fundo de vidro mais alto do mundo, a piscina mais alta do mundo e o elevador mais rápido do mundo.

2 – Centro Financeiro Ping An; Shenzhen, China / KPF

Ping An Finance Center; Shenzhen, China / KPF. Imagem Cortesia de CTBUH

A 599 m de altura, o Centro Financeiro Ping An ocupa o quarto lugar como edifício mais alto do mundo. Talvez a sua característica mais inovadora seja a sua fachada: construída a partir de 1.700 toneladas de aço inoxidável, ela permite que o edifício seja resistente a corrosão atmosférica costeira da cidade.

3 – 3 Manhattan West; Cidade de Nova York,  Nova York / SOM

3 Manhattan West; Cidade de Nova York, Nova York / SOM. Imagem © Lester Ali

O 78º edifício mais alto foi concluído em 2017 com 223 m de altura. O 3 Manhattan West é o primeiro arranha-céu concluído no plano geral da SOM Manhattan West.

4 – 50 West;  Cidade de Nova York,  Nova York / JAHN

50 West; Cidade de Nova York, Nova York / JAHN. Imagem © Lester Ali

O 25º edifício mais alto da cidade de Nova York, 50 West, contém 191 apartamentos residenciais e um observatório no 64º andar com vistas para o Porto de Nova York, Ellis Island e a Estátua da Liberdade.

5 – 150 North Riverside / Goettsch Partners

150 North Riverside / Goettsch Partners. Imagem © Nick Ulivieri Photography

O mais novo dos arranha-céus na beira do rio em Chicago, 150 North Riverside, é notável por sua elegante fachada que culmina em uma base dramaticamente afilada.

6 – Beekman Hotel & Residences;  Cidade de Nova York, Nova York / GKV Architects

Beekman Hotel & Residences; Cidade de Nova York, Nova York / GKV Architects. Imagem © Lester Ali

O edifício histórico de Temple Court, em York, na 5 Beekman Street (originalmente concluído em 1883) foi revivido como um hotel de luxo e agora se conecta a uma nova torre residencial inspirada no edifício original.

7 – Britam Tower; Nairobi,  Quênia / GAPP Architects & Urban Designers + Triad Architects

Britam Tower; Nairobi, Quênia / GAPP Architects & Urban Designers + Triad Architects. Imagem © Johan Smith

Com 200 m de altura, a Torre Britam de Nairobi tornou-se o prédio mais alto do Quênia e o segundo mais alto do continente africano (atrás apenas da Torre Carlton de Joanesburgo).

8 – Concord International Center; Chongqing, China / Gensler + Chongqing Architecture and Design Institute

Concord International Center; Chongqing, China / Gensler + Chongqing Architecture and Design Institute. Imagem © City of Chongqing

A maior cidade do interior da China, Chongqing é agora o lar de 35 edifícios de 200 m ou mais, incluindo o Concord International Center, que possui 290 m de altura.

9 – FMC Tower; Filadélfia, Pensilvânia / Pelli Clarke Pelli Architects + BLT Architects

FMC Tower; Filadélfia, Pensivânia / Pelli Clarke Pelli Architects + BLT Architects. Imagem © Lester Ali

Tido como “primeiro bairro vertical” de Filadélfia, o prédio de 223 m de altura oferece elementos comerciais, de varejo e residenciais dentro de um único volume, incluindo um clube no 28º andar com piscina, spa, centro de fitness, teatro e lounge.

10 – Madison Square Park Tower; Cidade de Nova York, Nova York/ KPF

Madison Square Park Tower; Cidade de Nova York, Nova York / KPF. Imagem © Lester Ali

Outra torre projetada pelo KPF que será finalizada este ano, a Madison Square Park Tower de Nova York é notável por ser a edificação mais alta localizada entre Midtown e o Distrito Financeiro, dando-lhe uma presença especial no horizonte.

FONTE: ArchDaily

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.