Descubra como exercitar a proatividade no trabalho

imagem de pessoas proativas no trabalho

Descubra como exercitar a proatividade no trabalho

Se você é colaborador em uma empresa responda sem pestanejar: qual foi a última vez em que apresentou alguma ideia ao seu superior, tomou uma iniciativa para solucionar um problema ou simplesmente se ofereceu para ajudar um colega em dificuldade?

Não se lembra? Então é bom reavaliar a sua postura.

Ter proatividade no trabalho é uma das características mais admiradas e buscadas nos profissionais atualmente, independentemente do cargo.

O colaborador engajado e atento ao que ocorre no dia a dia se destaca nas equipes e isso traz uma série de vantagens.

É sobre isso que vamos tratar neste artigo.

Acompanhe até o fim.

 

O que é proatividade no trabalho

A proatividade é a capacidade do ser humano em agir antecipadamente para evitar ou resolver problemas.

Um profissional é proativo quando percebe oportunidade de sugerir e de aplicar medidas que possam trazer o bem para a empresa, respeitando hierarquias e a cultura organizacional.

Além de permitir melhor organização na execução de tarefas, a proatividade incita os profissionais a buscarem novos conhecimentos.

As pessoas com esta habilidade são participativas, agem com responsabilidade e comprometimento.

Conseguem identificar prioridades e sabem o momento certo de  agir.

 

Qual a importância de ser proativo

Ao desenvolver esta habilidade, o colaborador agrega em sua carreira diversos benefícios.

O principal deles é a valorização profissional.

Quem é proativo tem mais chances de receber promoções e aumento de salário, por exemplo.

Um dos motivos é que não esperar comando para agir ajuda na formação de um perfil de liderança.

E as empresas gostam de pessoas com este perfil.

Outra vantagem é que geralmente quem é proativo é também mais produtivo, fazendo mais rapidamente e com melhores resultados tarefas que todos levam um tempo maior para fazerem.

 

Como desenvolver a proatividade no trabalho

A proatividade é uma competência que pode ser desenvolvida por qualquer pessoa.

Basta que ela entenda a sua motivação profissional e aonde pretende chegar na empresa.

Conhecer suas habilidades, limitações e pontos que precisam ser trabalhados é essencial para você se tornar um profissional mais participativo e engajado.

Invista em qualificação e busque sempre estar atualizado com as novas práticas do mercado.

Faça cursos de atualização profissional e busque competência técnica.

Aja sempre embasado em conhecimento e aprendizado ao sugerir mudanças e soluções relevantes.

Conheça a fundo a empresa onde trabalha, seus valores e objetivos para tomar decisões de forma assertiva.

 

Como aplicar a proatividade no dia a dia

O primeiro passo para ser um profissional proativo é não ser acomodado.

Sempre é possível buscar mudanças para melhorar processos, produtos e serviços.

Comece avaliando as suas próprias tarefas diárias, pensando se a forma como as executa hoje realmente faz sentido para o objetivo final da sua função na empresa.

Busque um ângulo diferente de enxergar os problemas e, assim, verá ângulos diferentes para novas soluções.

Crie um plano de trabalho para executar suas tarefas com mais eficácia.

Saiba definir o que é prioritário e o que pode ser delegado a terceiros. Entenda como dividir responsabilidades.

Pense de maneira criativa, faça  anotações e não tenha receio de compartilhar ideias e soluções.

Exponha seu ponto de vista e envolva outras pessoas importantes no processo.

Dialogue com colegas de equipe e superiores, lembrando sempre de separar o lado pessoal do profissional.

 

Não confunda proatividade com arrogância

A linha que separa o profissional proativo do arrogante é muito tênue.

Uma coisa é agir prontamente, com responsabilidade e com respeito para o bem de toda a empresa.

Outra coisa é atropelar hierarquias, processos e pessoas para se mostrar melhor do que os demais colegas.

Por isso, ao identificar um problema, seja em sua área ou não, antes de aplicar medidas corretivas converse com seus superiores e com os demais colaboradores envolvidos.

Explique o que enxergou como problema ou como oportunidade de melhoria e apresente soluções.

Também evite a apontar culpados em eventuais falhas.

Quanto mais você criar uma rede de relacionamento robusta e quanto mais valorizar as parcerias, mais ganhará espaço para aplicar a sua proatividade.

Aposte no senso de coletividade, saiba administrar conflitos, construa confiança e procure solucionar problemas sempre de olho no melhor para as pessoas envolvidas e, claro, para a empresa.

 

Como estimular a proatividade no ambiente de trabalho

O desenvolvimento de colaboradores proativos passa, e muito, pelo o quanto a empresa incentiva essa postura.

Desde as antigas – e eficazes -, caixinhas de sugestões até os métodos mais modernos de valorizar o profissional proativo, sempre que a empresa abre espaço para a opinião de seus colaboradores ela só tem a ganhar.

Por isso, cabe a todo gestor incentivar as ações de proatividade.

Apenas é preciso estruturar as sugestões e ações proativas dentro de parâmetros de viabilidade de aplicação.

Assim, fica mais fácil para cada colaborador saber até onde pode ir com suas ideias.

O gestor tem que ser o primeiro a demonstrar comprometimento e interesse pelo trabalho de cada um da sua equipe de liderados.

Com os elementos certos, um líder fará a proatividade ser vivenciada por todos.

Suponha que um dos colaboradores sugeriu ao líder mudar o mobiliário corporativo para que todos tenham mais conforto e ergonomia.

A proposta deve ser reconhecida como uma iniciativa que gera impacto positivo em toda a empresa, já que o mobiliário correto contribui para evitar problemas de saúde que levam ao afastamento do trabalho.

Logo, o funcionário deve ser reconhecido pela ação sugerida.

Reconhecer os profissionais que buscam respostas e soluções criativas para os processos e problemas da empresa é essencial.

A oferta de algum benefício ou prêmio demonstra a importância desta atitude.

Outro fator de extrema relevância é investir em cursos e treinamentos que façam o profissional se sentir motivado a colocar a aprendizagem em ação.

 

Conclusão

Bem gerida, a política de incentivo à proatividade beneficia pessoas e organizações, pois tira todos da zona de conforto no dia a dia e instiga melhorias constantes.

Como gestor, saiba criar e valorizar parâmetros para os funcionários darem suas sugestões.

Como colaborador, esteja sempre atento a ideias que podem trazer melhorias para a empresa e valorização profissional para sua carreira.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Translate