Problemas na coluna: 5 dicas para evitá-los e ajudar você a viver sem dor

problemas na coluna

Problemas na coluna: 5 dicas para evitá-los e ajudar você a viver sem dor

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em algum momento da vida 80% da população terão problemas na coluna.

Mais simples ou mais grave, o fato é que a popular “dor nas costas” é um problema sério, sendo responsável até por grande parte do afastamento dos trabalhadores brasileiros pelo INSS.

No entanto, a maioria dos problemas na coluna pode ser evitada, ou pelo menos amenizada.

Bastam alguns cuidados no dia a dia, principalmente em se falando da postura no trabalho.

Neste post, vamos falar um pouco mais sobre esse assunto, listando 5 dicas para evitar a dor nas costas e ter bem-estar.

Por isso, leia o artigo até o final.

 

Problemas na coluna x pandemia

Uma pesquisa divulgada recentemente pela Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz) revelou que os brasileiros têm sofrido mais com os problemas na coluna desde o começo da pandemia da covid-19.

O levantamento aponta que 41% das pessoas que não tinham histórico de problemas na coluna passaram a sofrer com eles depois do isolamento social.

Além disso, 50% dos que já apresentavam alguma doença crônica na coluna tiveram seu quadro agravado.

Há diversas explicações para esse novo cenário.

Uma delas é o próprio distanciamento social, uma vez que as pessoas deixaram de praticar atividades físicas ou pequenas caminhadas pelas ruas, como de costume.

Outra explicação está relacionada às atividades em home office.

A mudança de regime de trabalho pegou os brasileiros desprevenidos, o que fez com que eles improvisassem mobiliários inadequados para as tarefas.

Mesas de jantar e cadeiras de uso doméstico possuem uma estrutura muito diferente de mobiliários de escritório.

O principal problema é que os “móveis caseiros” não oferecem ergonomia para longas jornadas de trabalho.

O resultado é quase sempre a má-postura e as indesejáveis dores nas costas.

 

Causas dos problemas na coluna

Existem diversos fatores que podem prejudicar a coluna cervical e a coluna lombar.

A maior parte deles está ligada à má-postura no dia a dia, tanto no trabalho, quanto ao pegar pesos ou fazer atividades físicas.

Os problemas mais graves podem surgir devido à:

  • fraturas e lesões;
  • deslocamento do corpo vertebral;
  • ruptura da raiz nervosa;
  • inflamação;
  • degeneração ou desequilíbrios musculares.

Estima-se que em cerca de 90% dos casos não há uma causa específica, mas sim a soma de fatores psicossomáticos.

Por isso, é muito importante manter hábitos saudáveis e procurar um médico aos primeiros sinais de dor nas costas.

 

Tratamento dos problemas de coluna

alongamento para coluna

O tratamento das dores na coluna depende da causa do problema.

Por isso, é muito importante buscar orientação profissional logo no surgimento dos primeiros sintomas.

A maior parte dos casos pode ser resolvida com tratamentos conservadores, ou seja, medicação apropriada, atividades de reabilitação – como a fisioterapia –  e bons hábitos de vida.

Quando isso não é suficiente, o profissional de saúde pode optar por recorrer aos procedimentos cirúrgicos.

Graças ao desenvolvimento da medicina, esse tipo de operação hoje em dia está se tornando cada vez menos invasivo e com bom prognóstico de recuperação.

Há alternativas, inclusive, de realização com ajuda da medicina robótica.

 

5 dicas para evitar problemas na coluna e viver sem dor

Os problemas na coluna podem ser prevenidos com o desenvolvimento de hábitos saudáveis e da reeducação postural.

Listamos 5 dicas que podem ajudar você nesse objetivo.

Confira:

1. Escolha móveis ergonômicos

Já falamos aqui sobre a importância de trabalhar em um mobiliário adequado para a sua função e suas necessidades de trabalho.

Escolher uma mesa e uma cadeira para escritório confortáveis é um passo fundamental para manter o seu bem-estar postural.

As cadeiras devem ter:

  • diferentes regulagens para assento e encosto;
  • apoio para os braços;
  • tamanho e espuma do assento adequados;
  • apoio lombar.

Já na hora de comprar uma mesa, você deve se atentar aos seguintes pontos:

  • altura do tampo em relação à cadeira;
  • tamanho do tampo para que você consiga posicionar os braços confortavelmente na hora de digitar, por exemplo;
  • espaço disponível para posicionamento dos objetos, mas também das pernas e pés, de acordo com as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e do Ministério do Trabalho.

O ideal é que todos esses itens sejam avaliados presencialmente, uma vez que você poderá ter real noção de como eles se adequam ao seu corpo.

Caso isso não seja possível, atente-se às medidas listadas na descrição do anúncio do fornecedor.

Outro ponto importante é investir em móveis de qualidade, de empresas que se preocupam com a funcionalidade dos seus produtos.

Desta forma, aumentam as chances de você realmente ter o mobiliário como um aliado na prevenção de problemas na coluna, e não como um causador destes problemas.

2. Movimente-se ao longo do dia

Boa parte das dores nas costas surge devido a uma rotina de longas horas sentado.

Por isso, mesmo que ainda estejamos em período de isolamento, é necessário se exercitar.

Você pode fazer isso mesmo sem sair de casa, usando o seu espaço de maneira criativa.

Conheça algumas alternativas para isso:

  • levante-se a cada meia hora de trabalho e faça uma caminhada em casa;
  • busque vídeos na internet de atividades físicas que podem ser feitas com pouco espaço, como yoga, ou contrate um profissional da área para ajudar você;
  • alongue-se sempre ao começo do dia;
  • pule corda;
  • dê algumas voltas nas áreas comuns do seu condomínio, respeitando os cuidados de segurança.

 

3.  Evite o sobrepeso

Estar acima do seu peso ideal pode ser muito prejudicial para a sua coluna cervical, uma vez que aumenta a pressão sobre as estruturas do corpo.

Portanto, é muito importante está atento aos alimentos que você anda incluindo no dia a dia.

Dê preferência para frutas, legumes e ingredientes in natura, ou seja, desembale menos e descasque mais.

Assim, você terá mais variedade no cardápio e passará a ingerir todas as vitaminas e nutrientes necessários para uma vida saudável.

Essa dica, com certeza, terá impacto no seu corpo como um todo e não só na região das costas.

 

4.  Pare de fumar hoje mesmo

Poucas pessoas sabem que o tabagismo também pode ser considerado um fator de risco para os problemas na coluna.

Isso acontece porque os elementos presentes no cigarro favorecem o entupimento dos vasos sanguíneos, localizados nas placas vertebrais.

Esse fato pode, por sua vez, ocasionar graves lesões e dores na coluna, levando à complicação de outras doenças associadas.

 

5. Atente-se a sua postura

Observe como você está posicionado neste exato momento.

Se estiver sentado, pode ser que esteja com as costas distantes do encosto da cadeira.

Se estiver deitado, possivelmente está com o corpo desalinhado na cama.

Ambas as posições, apesar de muito comuns, são bem prejudiciais à coluna quando mantidas em longo prazo.

Logo, atentar-se à postura correta é muito importante para evitar dores e desconforto ao final da jornada de trabalho.

Dê preferência para cadeiras que contam com apoio lombar, uma vez que esses modelos ajudam a manter a curva natural dessa região do corpo quando você estiver sentado.

 

Conclusão

Como você pode notar, é possível evitar os problemas na coluna mudando hábitos e dando atenção ao mobiliário do seu local de trabalho.

Seguindo essas dicas, você terá uma vida saudável e com muito mais bem-estar.

Comece a colocá-las em prática hoje mesmo.

E se você tem trabalhado cada vez mais em home-office, conheça os acessórios que podem ajudar você no dia a dia no escritório e no trabalho remoto.

 

 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Translate